BRASIL , Sudeste , Homem , de 26 a 35 anos , Portuguese , English , Música , Esportes , Amor
Outro -
Magia Gifs - O melhor site de GIFs!

Meu Humor



PERFIL
Nome:Nilceu Francisco

Aniversário:11 de julho

Cidade:Campinas-SP

Gosto:Boas amizades, Viver, Conquistar, Amar

Hobby:Compor

Filmes:Aprecio a todos os gêneros

Músicas:Dance, Românticas... Preferidas :Folhas de outono; As rosas não falam, Palavras lindas...

GREVE DOS PROFESSORES EM SP

SOM
Tema do filme " Ao mestre com carinho"


ALUNOS, EX-ALUNOS DE DIVERSAS ESCOLAS ONDE TRABALHO OU TRABALHEI.

MEUS OUTROS BLOGS

PAPAIS


FOLCLORE


OLIMPÍADAS BRASIL LÁ


CÂMERA OCULTA


O UÓ DO BOROGODÓ


MAMÃES


PAIXÃO POR CRISTO


BIG & BLOG


TÔ COM A MACACA


ENVIE CARINHOS


LOVE STORIESS


BLOG NILCEU


GARGALHADAS


RECANTO SANTISTA


BLOG POLÍTICA


PROSAMOROSA


BLOG ADULTO


FOTOLOG DA FAMA


FOTOBLOG SENSUAL


NATAL DOS SONHOS-Pesquisa


BLOG NEWCEU- Pesquisa


BLOG PAN-PAN - Pesquisa


BLOG FOLCLORE - Pesquisa


CAUSOS & FOLIAS - Pesquisa


BYE, BYE, tristeza - Pesquisa


ESPORTES & SPORTS - Pesquisa


HOME

LINKS

Aulas
ANPED
APEOESP
APRENDIZ UOL
Banco Brasil
BANCO ITAÚ
BANESPA
BLOGGER
BOL
BRADESCO
CAIXA FEDERAL
CENP - EDUNET
Como estudar
CONCURSOS
CPP
CURIOSIDADES
D.E. Leste
D.E. Oeste
Downloads Livros
ENEM
FATOS
Folclore
G1 Notícias
Gifs Best
GLOBO
Imprensa Oficial
Lição Casa
Ling Estrangeira
Literat e Gramát
Livros-Downloads
Ministério Fazenda
MEC
Nossa Caixa
PEGADINHAS
Portal MEC
Prefeitura Cps
PUCCAMP
Revista Profs
Secretaria Educação
TERRA
UNICAMP
UOL
USP
YAHOO
Manual Profs
Sonhos
Extra/Globo
EducarCrescer
EAD


Votação

Dê uma nota para meu blog OBRAS DE ARTE ALEIJADINHO, ANITA MALFATI, PORTINARI, MICHELANGÊLO, TARSILA DO AMARAL


INDIQUE

Indique esse Blog PESQUISE ARQUIVOS

25/08/2013 a 31/08/2013

11/08/2013 a 17/08/2013

21/07/2013 a 27/07/2013

23/06/2013 a 29/06/2013

21/04/2013 a 27/04/2013

14/04/2013 a 20/04/2013

07/04/2013 a 13/04/2013

11/11/2012 a 17/11/2012

04/11/2012 a 10/11/2012

14/10/2012 a 20/10/2012

01/07/2012 a 07/07/2012

29/04/2012 a 05/05/2012

22/04/2012 a 28/04/2012

26/02/2012 a 03/03/2012

29/01/2012 a 04/02/2012

08/01/2012 a 14/01/2012

01/01/2012 a 07/01/2012

18/12/2011 a 24/12/2011

27/11/2011 a 03/12/2011

20/11/2011 a 26/11/2011

13/11/2011 a 19/11/2011

23/10/2011 a 29/10/2011

09/10/2011 a 15/10/2011

18/09/2011 a 24/09/2011

11/09/2011 a 17/09/2011

04/09/2011 a 10/09/2011

14/08/2011 a 20/08/2011

07/08/2011 a 13/08/2011

10/07/2011 a 16/07/2011

26/06/2011 a 02/07/2011

05/06/2011 a 11/06/2011

29/05/2011 a 04/06/2011

08/05/2011 a 14/05/2011

24/04/2011 a 30/04/2011

10/04/2011 a 16/04/2011

13/03/2011 a 19/03/2011

27/02/2011 a 05/03/2011

20/02/2011 a 26/02/2011

06/02/2011 a 12/02/2011

16/01/2011 a 22/01/2011

26/12/2010 a 01/01/2011

19/12/2010 a 25/12/2010

05/12/2010 a 11/12/2010

07/11/2010 a 13/11/2010

17/10/2010 a 23/10/2010

10/10/2010 a 16/10/2010

03/10/2010 a 09/10/2010

12/09/2010 a 18/09/2010

05/09/2010 a 11/09/2010

29/08/2010 a 04/09/2010

22/08/2010 a 28/08/2010

15/08/2010 a 21/08/2010

08/08/2010 a 14/08/2010

04/07/2010 a 10/07/2010

20/06/2010 a 26/06/2010

13/06/2010 a 19/06/2010

23/05/2010 a 29/05/2010

16/05/2010 a 22/05/2010

02/05/2010 a 08/05/2010

25/04/2010 a 01/05/2010

11/04/2010 a 17/04/2010

04/04/2010 a 10/04/2010

28/03/2010 a 03/04/2010

21/03/2010 a 27/03/2010

14/03/2010 a 20/03/2010

07/03/2010 a 13/03/2010

28/02/2010 a 06/03/2010

21/02/2010 a 27/02/2010

07/02/2010 a 13/02/2010

31/01/2010 a 06/02/2010

24/01/2010 a 30/01/2010

17/01/2010 a 23/01/2010

10/01/2010 a 16/01/2010

27/12/2009 a 02/01/2010

20/12/2009 a 26/12/2009

13/12/2009 a 19/12/2009

29/11/2009 a 05/12/2009

22/11/2009 a 28/11/2009

15/11/2009 a 21/11/2009

08/11/2009 a 14/11/2009

01/11/2009 a 07/11/2009

25/10/2009 a 31/10/2009

18/10/2009 a 24/10/2009

11/10/2009 a 17/10/2009

04/10/2009 a 10/10/2009

27/09/2009 a 03/10/2009

20/09/2009 a 26/09/2009

13/09/2009 a 19/09/2009

06/09/2009 a 12/09/2009

23/08/2009 a 29/08/2009

09/08/2009 a 15/08/2009

02/08/2009 a 08/08/2009

26/07/2009 a 01/08/2009

19/07/2009 a 25/07/2009

12/07/2009 a 18/07/2009

05/07/2009 a 11/07/2009

28/06/2009 a 04/07/2009

21/06/2009 a 27/06/2009

14/06/2009 a 20/06/2009

07/06/2009 a 13/06/2009

31/05/2009 a 06/06/2009

24/05/2009 a 30/05/2009

17/05/2009 a 23/05/2009

10/05/2009 a 16/05/2009

03/05/2009 a 09/05/2009

26/04/2009 a 02/05/2009

19/04/2009 a 25/04/2009

12/04/2009 a 18/04/2009

05/04/2009 a 11/04/2009

29/03/2009 a 04/04/2009

22/03/2009 a 28/03/2009

15/03/2009 a 21/03/2009

08/03/2009 a 14/03/2009

01/03/2009 a 07/03/2009

22/02/2009 a 28/02/2009

08/02/2009 a 14/02/2009

01/02/2009 a 07/02/2009

25/01/2009 a 31/01/2009

18/01/2009 a 24/01/2009

11/01/2009 a 17/01/2009

04/01/2009 a 10/01/2009

28/12/2008 a 03/01/2009

21/12/2008 a 27/12/2008

14/12/2008 a 20/12/2008

07/12/2008 a 13/12/2008

30/11/2008 a 06/12/2008

23/11/2008 a 29/11/2008

16/11/2008 a 22/11/2008

09/11/2008 a 15/11/2008

02/11/2008 a 08/11/2008

26/10/2008 a 01/11/2008

19/10/2008 a 25/10/2008

12/10/2008 a 18/10/2008

05/10/2008 a 11/10/2008

28/09/2008 a 04/10/2008

14/09/2008 a 20/09/2008

07/09/2008 a 13/09/2008

31/08/2008 a 06/09/2008

24/08/2008 a 30/08/2008

17/08/2008 a 23/08/2008

10/08/2008 a 16/08/2008

03/08/2008 a 09/08/2008

27/07/2008 a 02/08/2008

20/07/2008 a 26/07/2008

13/07/2008 a 19/07/2008

06/07/2008 a 12/07/2008

29/06/2008 a 05/07/2008

22/06/2008 a 28/06/2008

15/06/2008 a 21/06/2008

08/06/2008 a 14/06/2008

01/06/2008 a 07/06/2008

25/05/2008 a 31/05/2008

18/05/2008 a 24/05/2008

11/05/2008 a 17/05/2008

04/05/2008 a 10/05/2008

27/04/2008 a 03/05/2008

20/04/2008 a 26/04/2008

13/04/2008 a 19/04/2008

06/04/2008 a 12/04/2008

30/03/2008 a 05/04/2008

23/03/2008 a 29/03/2008

16/03/2008 a 22/03/2008

09/03/2008 a 15/03/2008

02/03/2008 a 08/03/2008

24/02/2008 a 01/03/2008

17/02/2008 a 23/02/2008

10/02/2008 a 16/02/2008

03/02/2008 a 09/02/2008

27/01/2008 a 02/02/2008

20/01/2008 a 26/01/2008

13/01/2008 a 19/01/2008

06/01/2008 a 12/01/2008

30/12/2007 a 05/01/2008

23/12/2007 a 29/12/2007

16/12/2007 a 22/12/2007

09/12/2007 a 15/12/2007

02/12/2007 a 08/12/2007

25/11/2007 a 01/12/2007

18/11/2007 a 24/11/2007

11/11/2007 a 17/11/2007

04/11/2007 a 10/11/2007

28/10/2007 a 03/11/2007

21/10/2007 a 27/10/2007

14/10/2007 a 20/10/2007

07/10/2007 a 13/10/2007

30/09/2007 a 06/10/2007

23/09/2007 a 29/09/2007

16/09/2007 a 22/09/2007

09/09/2007 a 15/09/2007

02/09/2007 a 08/09/2007

26/08/2007 a 01/09/2007

19/08/2007 a 25/08/2007

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

15/07/2007 a 21/07/2007

08/07/2007 a 14/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

24/06/2007 a 30/06/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

10/06/2007 a 16/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

20/05/2007 a 26/05/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

06/05/2007 a 12/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

15/04/2007 a 21/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

01/04/2007 a 07/04/2007

25/03/2007 a 31/03/2007

18/03/2007 a 24/03/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

25/02/2007 a 03/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

11/02/2007 a 17/02/2007

04/02/2007 a 10/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

21/01/2007 a 27/01/2007

07/01/2007 a 13/01/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

17/12/2006 a 23/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

03/12/2006 a 09/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

19/11/2006 a 25/11/2006

12/11/2006 a 18/11/2006

05/11/2006 a 11/11/2006

29/10/2006 a 04/11/2006

22/10/2006 a 28/10/2006

15/10/2006 a 21/10/2006

08/10/2006 a 14/10/2006

01/10/2006 a 07/10/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

10/09/2006 a 16/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

20/08/2006 a 26/08/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

06/08/2006 a 12/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

16/07/2006 a 22/07/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

18/06/2006 a 24/06/2006

04/06/2006 a 10/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

30/04/2006 a 06/05/2006

23/04/2006 a 29/04/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

12/02/2006 a 18/02/2006

05/02/2006 a 11/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

15/01/2006 a 21/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

01/01/2006 a 07/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

18/12/2005 a 24/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

09/10/2005 a 15/10/2005

02/10/2005 a 08/10/2005

25/09/2005 a 01/10/2005

18/09/2005 a 24/09/2005

11/09/2005 a 17/09/2005

04/09/2005 a 10/09/2005

28/08/2005 a 03/09/2005

21/08/2005 a 27/08/2005

14/08/2005 a 20/08/2005

07/08/2005 a 13/08/2005


Créditos




Justiça suspende curso superior só para funcionários públicos

 

A Justiça Federal determinou a suspensão de um curso superior oferecido pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) em que apenas funcionários do Banco do Brasil e servidores públicos podiam se inscrever. O curso de administração era oferecido a distância.

O juiz que avaliou uma ação civil pública do Ministério Público Federal sobre o caso entendeu que a exclusividade aos dois grupos "fere o princípio constitucional da igualdade" e criou "privilégios".

A universidade vai recorrer da decisão. Desde a semana passada, quando a determinação foi divulgada, as atividades da graduação estão suspensas. O curso completou em julho um ano de funcionamento.

No processo seletivo do ano passado, o único feito até agora, foram abertas 500 vagas. As aulas eram ministradas em Florianópolis e transmitidas por meio de videoconferência para unidades em dez cidades de Santa Catarina.

Segundo o Ministério Público Federal, a universidade e a União quebraram regras de realização de concursos públicos com a medida.

O coordenador da graduação, Alexandre Costa, diz que a primeira turma do curso é um "projeto-piloto", que foi iniciado para estruturar o ensino a distância na universidade.

Nos próximos processos de seleção, não haverá restrições do tipo, segundo o coordenador. Ele também afirma que a paralisação das atividades pode provocar danos graves em todo o projeto de ensino a distância na universidade.

O Banco do Brasil é um dos financiadores do projeto de implantação de cursos a distância do Ministério da Educação, do qual a UFSC faz parte.

Agência Folha

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




Escolas públicas cobram taxas abusivas dos alunos

 

Taxas para fazer provas e para entrar nas bibliotecas, comercialização do uniforme obrigatório a preços abusivos, contribuições para a Associação de Pais e Mestres. Tudo isso em escolas públicas do estado de São Paulo.

Mas segundo a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, que se posiciona por meio de comunicado oficial, divulgado pela assessoria de imprensa, qualquer cobrança de taxa feita aos alunos em escolas da rede pública é proibida. A  instituição, entretanto, pode solicitar contribuições voluntárias, como por exemplo, taxa para a Associação de Pais e Mestres. "Mas nenhum aluno pode ser impedido de realizar a prova se não pagar o valor", salienta texto enviado ao site Aprendiz.

A aluna Camila*, da Escola Estadual Lourival Gomes Machado, afirma que a cobrança para que os alunos façam provas faz parte da rotina da escola. "Uma vez um aluno reclamou e então passaram nas salas de aula dizendo que a contribuição é voluntária, mas isso não é verdade. Temos que pagar mesmo, senão não fazemos a prova", conta. O mesmo problema foi enfrentado pela ex-aluna da rede estadual, Edivânia*. "Sempre cobraram para fazer prova na minha escola", diz.

Os sites Pais On Line e EducaFórum, ambos de apoio às famílias dos alunos da rede pública, têm recebido dezenas de denúncias de pais e das próprias crianças, que não estão conseguindo entrar na escola por falta de uniforme e nem fazer provas por falta de dinheiro para pagar as taxas.

Uma mãe, que não quis se identificar, enviou a um dos sites o seguinte questionamento: "todo começo de ano a escola pede 500 folhas de sulfite, além de álcool e papel estêncil. Dizem que é para mimeografar os trabalhos e provas, só que uma vez por mês chega o envelope cobrando três reais para xerox. Por que pedem, se não usam?", questiona.

"As escolas da rede estadual recebem recursos para material de consumo, e também a cada trimestre recebem recurso para Despesa Miúda de Pronto Pagamento (DMPP), no valor de R$ 2,00 por aluno, verba que pode ser utilizada para fotocópia", explica a Secretaria de Educação.

Para a coordenadora do EducaFórum Giulia Pierro, mesmo não sendo obrigatório, os alunos são coagidos a pagar. "Se não pagar, a criança precisará copiar toda a prova do quadro e ficará sem tempo para responder as questões, por isso tira notas baixas", diz.

O mesmo acontece com as taxas da Associação de Pais e Mestres que, de opcionais, acabam se tornando mais um instrumento de coerção dos alunos.  "As classes fazem competições para ver quanto cada uma arrecada e muitas crianças ficam constrangidas por não poderem contribuir. Elas recebem um envelopinho e sentem-se muito mal quando o devolvem vazio", explica.

A estudante Camila conta também que já foi barrada na porta da escola algumas vezes porque não havia comprado o uniforme. "Lá é obrigatória a camiseta, que custa R$ 15", diz. Esse é o mesmo valor que o governo federal paga mensalmente, por meio do programa Bolsa Família, para os pais de crianças que freqüentam o Ensino Fundamental.

Nesse caso, a Secretaria Estadual da Educação afirma que a exigência de uniforme é permitida, uma vez que a decisão seja do Conselho Escolar. Apesar disso, as crianças que não conseguem comprar devem receber o uniforme doado pela Associação de Pais e Mestres. Nas escolas municipais, há distribuição de uniforme pela prefeitura.

Tal posicionamento da secretaria é contrario ao que estabelece a legislação. Segundo a Lei Estadual Nº 3.913, de 14 de novembro de 1983, é proibida a obrigatoriedade de uniforme em escolas públicas. Para a membro da Associação de Pais e Mestres de uma escola municipal de São Paulo, Ana Lúcia Teixeira, é importante que o governo valorize o uso do uniforme, pois ele é capaz de ajudar na garantia da segurança e dos direitos dos alunos no horário escolar. "Entretanto, penso isso com base no meu trabalho junto às escolas municipais, que distribuem o uniforme gratuitamente", diz.

Para Pierro, além de inconstitucional, a medida proposta pela secretaria acaba humilhando os alunos mais pobres. "As escolas que batem o pé na questão do uniforme são geralmente aquelas que querem nivelar seus alunos pela situação econômica", diz Pierro. "É o que acontece na Escola Estadual Brasílio Machado (localizada no bairro da Vila Mariana, zona sul de São Paulo) que no ano passado foi manchete dos jornais por impedir a entrada de alunos sem uniforme", conta.

A Secretaria Estadual de Educação recomenda que os pais que se sentirem lesados pelas medidas entrem em contato por meio da Central de Atendimento, cujo telefone é: 0800-7700012. O site Pais On Line também recebe denúncias.

Para Pierro, no entanto, é preciso que os órgãos públicos tenham cuidado com as denúncias, pois elas acabam expondo o aluno. "As escolas alegam que as denúncias denigrem a escola, que ela poderá até ser fechada, que a diretora poderá ser afastada", critica. Com isso os alunos passam a ser discriminados e perseguidos". Pierro também critica o papel dos meios de comunicação, que expõem os alunos em suas reportagens e depois não dão o retorno para a sociedade sobre o que foi feito após a publicação das matérias.

* para preservar os alunos, seus sobrenomes foram omitidos.

Cássia Gisele Ribeiro

Fonte : Aqui

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




Cidade alemã se transforma em museu ao ar livre

 

 

A cidade de Münster, no noroeste da Alemanha, se transformou até o final de setembro em um grande museu ao ar livre com esculturas interativas.

 

De dez em dez anos, Münster promove uma grande exposição de esculturas e instalações artísticas de grande porte em vários locais da cidade.

A mostra ao ar livre inclui neste ano obras inusitadas como uma coleção de guarda-chuvas na frente da catedral da cidade, um banheiro público reformado e até um pequeno zoológico.

No total, 37 artistas de todo o mundo foram convidados a participar da exposição em Münster, que está sendo realizada pela quarta vez desde 1977. A cidade espera que cerca de meio milhão de pessoas visitem a mostra até o final de setembro.

A maioria das esculturas e instalações convida o público a interagir com a obra, como o zoológico do artista Mike Kelley, em que os visitantes podem acariciar pôneis, cabras e ovelhas.

Em um caso houve até interação demais: um trailer do artista americano Michael Asher que era estacionado em vários locais da cidade foi roubado, mas depois devolvido.

Segundo os organizadores, o objetivo da exposição é mostrar como a arte pode mudar o ambiente urbano.

 

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




Maria Helena Guimarães de Castro assume Secretaria de Educação de SP

A socióloga Maria Helena Guimarães de Castro assumiu a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo em substituição à professora Maria Lúcia Vasconcelos, que pediu demissão do cargo alegando motivos "estritamente pessoais".

A saída de Maria Lúcia foi antecipadapor Mônica Bergamo, colunista da Folha, na sexta-feira passada. No ano passado, durante governo de Cláudio Lembo (DEM), Maria Lúcia chegou a tirar licença para uma cirurgia e agora continuará o tratamento.

Especialista em Educação, Maria Helena foi secretária-executiva do MEC (Ministério da Educação) em 2002 e presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais do MEC entre 1995 e 2002, ambos os cargos durante a gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

"O governador José Serra [PSDB] pediu a continuidade do esforço para melhorar a alfabetização, ênfase no uso das avaliações para melhorar a qualidade da aprendizagem, aperfeiçoamentos na gestão do sistema e atenção especial na formação e valorização dos professores", disse Maria Helena por meio da assessoria.

A nova secretária pretende colocar como prioridade as gestões do sistema estadual de educação, da escola e da sala de aula. Para isso, Maria Helena pretende estabelecer canais de comunicação permanentes com as diretorias de ensino, além dos professores, funcionários e pais de alunos.

A Secretaria Estadual de Educação confirmou que a cerimônia para transmissão do cargo será amanhã, mas o local e o horário ainda não foram definidos.

Folha On-line

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




DICAS PARA ENCARAR  O ENEM

 

A prova do Enem é construída de tal forma a privilegiar leitura, interpretação, e raciocínio. Dessa forma, não cabem perguntas do tipo "O que cai no Enem?". E, portanto, a preocupação do estudante deverá ser em como os assuntos serão abordados e que tipo de análises serão exigidas.

 

Mas é possível se preparar para essa avaliação praticando a leitura em textos coloquiais e formais, quadrinhos, diagramas e gráficos etc; mantendo-se atualizado através dos meios de comunicação; praticando a escrita, elaborando redações.

Estar "antenado" sobre os assuntos do momento, como questões relativas ao aquecimento global, à futura escassez de água, à demanda por formas alternativas de energia é sempre bom. Há outros assuntos que podem render temas para a redação como a relação entre esporte, educação e transformação social, educação e violência, etc. Mas "estar por dentro" desses assuntos não garante resultados positivos se o aluno não souber como lidar com esses conhecimentos e resolver problemas da forma como serão apresentados na prova.

Como é uma prova que privilegia leitura, os principais erros cometidos pelos alunos são decorrentes da falta de atenção e compreensão adequadas das propostas das questões. Portanto, não tenha medo e muito menos pressa de ler para que você potencialize a compreensão e tenha maiores chances de sucesso.

Com relação à véspera da prova, procure seguir seu ritmo normal, sem cometer excessos. Não invente nem tente seguir "receitas milagrosas" para melhorar seu rendimento na prova. Durma bem, acorde cedo, alimente-se adequadamente antes de sair de casa. Saia com antecedência para chegar dentro do horário e suprimir fatores adicionais de estresse. Ao iniciar a prova, concentre-se na leitura, tenha calma e paciência. E aproveite todo o tempo disponível para fazê-la. Não tenha pressa em sair da sala e não se preocupe com os colegas ao lado. Nessa prova eles não são seus concorrentes. A batalha é sua e por você mesmo. É uma questão de superação pessoal. Boa sorte e boa prova!

Prof. Venê é físico e educador, professor e autor de material didático do Cursinho da Poli.

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




APENAS 85% DAS ESCOLAS ESCOLHERAM OS LIVROS DIDÁTICOS

 

Cerca de 85% das escolas públicas de ensino fundamental e médio escolheram os livros didáticos que vão utilizar em 2008. O prazo acabou em 13/7 e esteve ameaçado pela baixa adesão: em 11/7, quase metade das escolas ainda não havia informado as obras que queriam utilizar.

Segundo o MEC, no Distrito Federal, 100% das escolas participaram do processo, e em mais três Estados -- São Paulo, Paraná e Tocantins -- o índice passou dos 90%. A escola que não fez a escolha não fica sem os livros, mas será obrigada a usar o mesmo material escolhido pela maioria dos professores no município.

As escolas receberão os livros até 10 de janeiro de 2008. Nas áreas urbanas, os livros serão enviados pelo correio. No caso das escolas rurais, as encomendas serão entregues na Secretaria de Educação ou na prefeitura, que se transportarão as obras até cada uma das unidades.

A meta é distribuir 68,3 milhões de livros didáticos para estudantes do ensino fundamental e 14,4 milhões para o ensino médio, que deverão ser
utilizados por três anos. Além disso, também será feita a reposição de
livros para alunos de 1ª a 4ª série do ensino fundamental e de algumas
disciplinas do ensino médio.

Até hoje, foram distribuídos livros didáticos de português, matemática e biologia. Em 2008, serão enviados os de história e química.

MEC

 

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




Ministro anuncia criação de bolsa de iniciação à docência

 

O ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou, na tarde desta sexta-feira (27/7), em Brasília, a criação de uma bolsa de iniciação à docência, nos moldes da bolsa de iniciação científica, para graduandos, concedida pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

"Temos 20 mil bolsas de iniciação científica e teremos também o Pibid (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) já em 2008", disse. A medida foi anunciada durante seminário que discutiu o Programa de Reuni (Reestruturação e Expansão das Universidades Federais).

A idéia de criar a nova modalidade de bolsas surgiu das críticas e sugestões feitas pela população ao PDE (Plano de Desenvolvimento da Educação). "Nos apropriamos de uma sugestão que nos chamou a atenção, pela preocupação de, já na graduação, darmos uma atenção especial à formação dos futuros professores", contou Haddad.

Segundo o ministro, a concessão de bolsas sempre esteve voltada para a educação científica e para a pós-graduação, e não assistia a formação para a educação básica. "Precisamos de um programa de bolsas, sobretudo nas áreas onde há carência de licenciados, como química, física, matemática e biologia", ressaltou Haddad. "Não havia um programa estruturado de apoio aos que queriam exercer o magistério na educação básica depois de formados. Essa medida não vai fazer parte do PDE, mas será complementar a ele", explicou.

O ministro discutiu essa e outras ações relacionadas à educação superior com cerca de 200 reitores, vice-reitores e representantes de todas as instituições de ensino superior do país. O seminário buscou tirar dúvidas e discutir as diretrizes gerais acerca do Reuni.

Instituído pelo Decreto nº 6.096, de 24 de abril de 2007, o programa pretende ampliar o acesso e a permanência dos jovens na educação superior. A meta é a elevação da taxa de conclusão média dos cursos de graduação presenciais para 90% e aumentar a relação professor/aluno de nove para 18, num prazo de cinco anos, a partir do início do plano de reestruturação de cada instituição.

Peça central


"O Reuni é uma peça central para a educação superior e um dos pilares do PDE, porque amplia o horizonte de autonomia das universidades, ao criar um colchão orçamentário para cada instituição que precisa repensar seu papel na sociedade e sua missão institucional", disse Haddad.

Para receber recursos previstos no PDE e participar do Reuni, as universidades federais precisarão apresentar projetos de reformulação que incluam, além do aumento de vagas, medidas como ampliação ou abertura de cursos noturnos, redução do custo por aluno, flexibilização de currículos, criação de arquiteturas curriculares e ações de combate à evasão. Para possibilitar a reestruturação, o Reuni calcula ser necessário um acréscimo de 20% no orçamento das instituições, suficiente para suprir despesas com pessoal e custeio.

A participação no programa está condicionada à apresentação de projeto próprio de cada instituição. "Estamos construindo isso com os dirigentes das instituições e com a comunidade científica. Não estamos impondo nada de dentro de um gabinete, sem dar atenção às questões específicas de cada caso", afirmou Haddad.

Para a vice-reitora da UFPR (Universidade Federal do Paraná), Márcia Helena Mendonça, as discussões caminharam na direção do consenso entre o ministério e as reivindicações das reitorias. "Esse crescimento com qualidade vai gerar uma mudança importantíssima na educação superior brasileira e na transformação social do nosso país", acredita.


MEC

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem