BRASIL , Sudeste , Homem , de 26 a 35 anos , Portuguese , English , Música , Esportes , Amor
Outro -
Magia Gifs - O melhor site de GIFs!

Meu Humor



PERFIL
Nome:Nilceu Francisco

Aniversário:11 de julho

Cidade:Campinas-SP

Gosto:Boas amizades, Viver, Conquistar, Amar

Hobby:Compor

Filmes:Aprecio a todos os gêneros

Músicas:Dance, Românticas... Preferidas :Folhas de outono; As rosas não falam, Palavras lindas...

GREVE DOS PROFESSORES EM SP

SOM
Tema do filme " Ao mestre com carinho"


ALUNOS, EX-ALUNOS DE DIVERSAS ESCOLAS ONDE TRABALHO OU TRABALHEI.

MEUS OUTROS BLOGS

PAPAIS


FOLCLORE


OLIMPÍADAS BRASIL LÁ


CÂMERA OCULTA


O UÓ DO BOROGODÓ


MAMÃES


PAIXÃO POR CRISTO


BIG & BLOG


TÔ COM A MACACA


ENVIE CARINHOS


LOVE STORIESS


BLOG NILCEU


GARGALHADAS


RECANTO SANTISTA


BLOG POLÍTICA


PROSAMOROSA


BLOG ADULTO


FOTOLOG DA FAMA


FOTOBLOG SENSUAL


NATAL DOS SONHOS-Pesquisa


BLOG NEWCEU- Pesquisa


BLOG PAN-PAN - Pesquisa


BLOG FOLCLORE - Pesquisa


CAUSOS & FOLIAS - Pesquisa


BYE, BYE, tristeza - Pesquisa


ESPORTES & SPORTS - Pesquisa


HOME

LINKS

Aulas
ANPED
APEOESP
APRENDIZ UOL
Banco Brasil
BANCO ITAÚ
BANESPA
BLOGGER
BOL
BRADESCO
CAIXA FEDERAL
CENP - EDUNET
Como estudar
CONCURSOS
CPP
CURIOSIDADES
D.E. Leste
D.E. Oeste
Downloads Livros
ENEM
FATOS
Folclore
G1 Notícias
Gifs Best
GLOBO
Imprensa Oficial
Lição Casa
Ling Estrangeira
Literat e Gramát
Livros-Downloads
Ministério Fazenda
MEC
Nossa Caixa
PEGADINHAS
Portal MEC
Prefeitura Cps
PUCCAMP
Revista Profs
Secretaria Educação
TERRA
UNICAMP
UOL
USP
YAHOO
Manual Profs
Sonhos
Extra/Globo
EducarCrescer
EAD


Votação

Dê uma nota para meu blog OBRAS DE ARTE ALEIJADINHO, ANITA MALFATI, PORTINARI, MICHELANGÊLO, TARSILA DO AMARAL


INDIQUE

Indique esse Blog PESQUISE ARQUIVOS

25/08/2013 a 31/08/2013

11/08/2013 a 17/08/2013

21/07/2013 a 27/07/2013

23/06/2013 a 29/06/2013

21/04/2013 a 27/04/2013

14/04/2013 a 20/04/2013

07/04/2013 a 13/04/2013

11/11/2012 a 17/11/2012

04/11/2012 a 10/11/2012

14/10/2012 a 20/10/2012

01/07/2012 a 07/07/2012

29/04/2012 a 05/05/2012

22/04/2012 a 28/04/2012

26/02/2012 a 03/03/2012

29/01/2012 a 04/02/2012

08/01/2012 a 14/01/2012

01/01/2012 a 07/01/2012

18/12/2011 a 24/12/2011

27/11/2011 a 03/12/2011

20/11/2011 a 26/11/2011

13/11/2011 a 19/11/2011

23/10/2011 a 29/10/2011

09/10/2011 a 15/10/2011

18/09/2011 a 24/09/2011

11/09/2011 a 17/09/2011

04/09/2011 a 10/09/2011

14/08/2011 a 20/08/2011

07/08/2011 a 13/08/2011

10/07/2011 a 16/07/2011

26/06/2011 a 02/07/2011

05/06/2011 a 11/06/2011

29/05/2011 a 04/06/2011

08/05/2011 a 14/05/2011

24/04/2011 a 30/04/2011

10/04/2011 a 16/04/2011

13/03/2011 a 19/03/2011

27/02/2011 a 05/03/2011

20/02/2011 a 26/02/2011

06/02/2011 a 12/02/2011

16/01/2011 a 22/01/2011

26/12/2010 a 01/01/2011

19/12/2010 a 25/12/2010

05/12/2010 a 11/12/2010

07/11/2010 a 13/11/2010

17/10/2010 a 23/10/2010

10/10/2010 a 16/10/2010

03/10/2010 a 09/10/2010

12/09/2010 a 18/09/2010

05/09/2010 a 11/09/2010

29/08/2010 a 04/09/2010

22/08/2010 a 28/08/2010

15/08/2010 a 21/08/2010

08/08/2010 a 14/08/2010

04/07/2010 a 10/07/2010

20/06/2010 a 26/06/2010

13/06/2010 a 19/06/2010

23/05/2010 a 29/05/2010

16/05/2010 a 22/05/2010

02/05/2010 a 08/05/2010

25/04/2010 a 01/05/2010

11/04/2010 a 17/04/2010

04/04/2010 a 10/04/2010

28/03/2010 a 03/04/2010

21/03/2010 a 27/03/2010

14/03/2010 a 20/03/2010

07/03/2010 a 13/03/2010

28/02/2010 a 06/03/2010

21/02/2010 a 27/02/2010

07/02/2010 a 13/02/2010

31/01/2010 a 06/02/2010

24/01/2010 a 30/01/2010

17/01/2010 a 23/01/2010

10/01/2010 a 16/01/2010

27/12/2009 a 02/01/2010

20/12/2009 a 26/12/2009

13/12/2009 a 19/12/2009

29/11/2009 a 05/12/2009

22/11/2009 a 28/11/2009

15/11/2009 a 21/11/2009

08/11/2009 a 14/11/2009

01/11/2009 a 07/11/2009

25/10/2009 a 31/10/2009

18/10/2009 a 24/10/2009

11/10/2009 a 17/10/2009

04/10/2009 a 10/10/2009

27/09/2009 a 03/10/2009

20/09/2009 a 26/09/2009

13/09/2009 a 19/09/2009

06/09/2009 a 12/09/2009

23/08/2009 a 29/08/2009

09/08/2009 a 15/08/2009

02/08/2009 a 08/08/2009

26/07/2009 a 01/08/2009

19/07/2009 a 25/07/2009

12/07/2009 a 18/07/2009

05/07/2009 a 11/07/2009

28/06/2009 a 04/07/2009

21/06/2009 a 27/06/2009

14/06/2009 a 20/06/2009

07/06/2009 a 13/06/2009

31/05/2009 a 06/06/2009

24/05/2009 a 30/05/2009

17/05/2009 a 23/05/2009

10/05/2009 a 16/05/2009

03/05/2009 a 09/05/2009

26/04/2009 a 02/05/2009

19/04/2009 a 25/04/2009

12/04/2009 a 18/04/2009

05/04/2009 a 11/04/2009

29/03/2009 a 04/04/2009

22/03/2009 a 28/03/2009

15/03/2009 a 21/03/2009

08/03/2009 a 14/03/2009

01/03/2009 a 07/03/2009

22/02/2009 a 28/02/2009

08/02/2009 a 14/02/2009

01/02/2009 a 07/02/2009

25/01/2009 a 31/01/2009

18/01/2009 a 24/01/2009

11/01/2009 a 17/01/2009

04/01/2009 a 10/01/2009

28/12/2008 a 03/01/2009

21/12/2008 a 27/12/2008

14/12/2008 a 20/12/2008

07/12/2008 a 13/12/2008

30/11/2008 a 06/12/2008

23/11/2008 a 29/11/2008

16/11/2008 a 22/11/2008

09/11/2008 a 15/11/2008

02/11/2008 a 08/11/2008

26/10/2008 a 01/11/2008

19/10/2008 a 25/10/2008

12/10/2008 a 18/10/2008

05/10/2008 a 11/10/2008

28/09/2008 a 04/10/2008

14/09/2008 a 20/09/2008

07/09/2008 a 13/09/2008

31/08/2008 a 06/09/2008

24/08/2008 a 30/08/2008

17/08/2008 a 23/08/2008

10/08/2008 a 16/08/2008

03/08/2008 a 09/08/2008

27/07/2008 a 02/08/2008

20/07/2008 a 26/07/2008

13/07/2008 a 19/07/2008

06/07/2008 a 12/07/2008

29/06/2008 a 05/07/2008

22/06/2008 a 28/06/2008

15/06/2008 a 21/06/2008

08/06/2008 a 14/06/2008

01/06/2008 a 07/06/2008

25/05/2008 a 31/05/2008

18/05/2008 a 24/05/2008

11/05/2008 a 17/05/2008

04/05/2008 a 10/05/2008

27/04/2008 a 03/05/2008

20/04/2008 a 26/04/2008

13/04/2008 a 19/04/2008

06/04/2008 a 12/04/2008

30/03/2008 a 05/04/2008

23/03/2008 a 29/03/2008

16/03/2008 a 22/03/2008

09/03/2008 a 15/03/2008

02/03/2008 a 08/03/2008

24/02/2008 a 01/03/2008

17/02/2008 a 23/02/2008

10/02/2008 a 16/02/2008

03/02/2008 a 09/02/2008

27/01/2008 a 02/02/2008

20/01/2008 a 26/01/2008

13/01/2008 a 19/01/2008

06/01/2008 a 12/01/2008

30/12/2007 a 05/01/2008

23/12/2007 a 29/12/2007

16/12/2007 a 22/12/2007

09/12/2007 a 15/12/2007

02/12/2007 a 08/12/2007

25/11/2007 a 01/12/2007

18/11/2007 a 24/11/2007

11/11/2007 a 17/11/2007

04/11/2007 a 10/11/2007

28/10/2007 a 03/11/2007

21/10/2007 a 27/10/2007

14/10/2007 a 20/10/2007

07/10/2007 a 13/10/2007

30/09/2007 a 06/10/2007

23/09/2007 a 29/09/2007

16/09/2007 a 22/09/2007

09/09/2007 a 15/09/2007

02/09/2007 a 08/09/2007

26/08/2007 a 01/09/2007

19/08/2007 a 25/08/2007

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

15/07/2007 a 21/07/2007

08/07/2007 a 14/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

24/06/2007 a 30/06/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

10/06/2007 a 16/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

20/05/2007 a 26/05/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

06/05/2007 a 12/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

15/04/2007 a 21/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

01/04/2007 a 07/04/2007

25/03/2007 a 31/03/2007

18/03/2007 a 24/03/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

25/02/2007 a 03/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

11/02/2007 a 17/02/2007

04/02/2007 a 10/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

21/01/2007 a 27/01/2007

07/01/2007 a 13/01/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

17/12/2006 a 23/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

03/12/2006 a 09/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

19/11/2006 a 25/11/2006

12/11/2006 a 18/11/2006

05/11/2006 a 11/11/2006

29/10/2006 a 04/11/2006

22/10/2006 a 28/10/2006

15/10/2006 a 21/10/2006

08/10/2006 a 14/10/2006

01/10/2006 a 07/10/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

10/09/2006 a 16/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

20/08/2006 a 26/08/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

06/08/2006 a 12/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

16/07/2006 a 22/07/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

18/06/2006 a 24/06/2006

04/06/2006 a 10/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

30/04/2006 a 06/05/2006

23/04/2006 a 29/04/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

12/02/2006 a 18/02/2006

05/02/2006 a 11/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

15/01/2006 a 21/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

01/01/2006 a 07/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

18/12/2005 a 24/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

09/10/2005 a 15/10/2005

02/10/2005 a 08/10/2005

25/09/2005 a 01/10/2005

18/09/2005 a 24/09/2005

11/09/2005 a 17/09/2005

04/09/2005 a 10/09/2005

28/08/2005 a 03/09/2005

21/08/2005 a 27/08/2005

14/08/2005 a 20/08/2005

07/08/2005 a 13/08/2005


Créditos




MEC exigirá que professor seja avaliado




O Ministério da Educação exigirá dos municípios com piores indicadores educacionais que os professores da rede pública passem por avaliações de desempenho e que, antes de serem efetivados, façam um estágio probatório para verificar se têm condições para o cargo.

Essas são algumas das 27 medidas propostas no decreto do Plano de Desenvolvimento da Educação que valerão para os municípios que aceitarem a ajuda técnica do ministério em troca de recursos adicionais para o ensino básico.

O decreto prevê também a progressão parcial de estudantes, ou seja, a possibilidade de eles não ficarem retidos na mesma série de um ano para o outro apenas por causa da reprovação em uma disciplina.

Outras medidas que serão exigidas pelo MEC são a contratação e exoneração de diretores por regras que levem em conta o mérito (para evitar indicações políticas); o acompanhamento individual da freqüência e desempenho de cada aluno; e que sejam ampliadas a jornada para os estudantes.

As medidas que constam no decreto são inspiradas nas práticas pedagógicas de cerca de 200 municípios brasileiros com média superior a 5 no novo indicador criado pelo MEC para avaliar a educação, o Ideb.

O indicador leva em consideração o desempenho dos municípios na Prova Brasil (exame que avalia a qualidade) e as taxas de aprovação.

No que diz respeito aos professores, além de instituir avaliação do desempenho, o decreto vai exigir também a implementação de um plano de carreira, cargos e salários. Esse plano, no entanto, deverá "privilegiar o mérito, a formação e a avaliação do desempenho".

Outro item do decreto em que se reforça a necessidade de "valorizar o mérito" do professor dá como critérios para essa avaliação a "dedicação, assiduidade, pontualidade, responsabilidade, realização de projetos e trabalhos especializados, cursos de atualização e desenvolvimento profissional."

Ao apresentar o plano a educadores no Palácio do Planalto há duas semanas, o ministro Fernando Haddad disse que o MEC teria disponível até R$ 1 bilhão para investir nos municípios com piores indicadores. A ajuda contaria também com uma equipe técnica do ministério que visitaria os municípios.

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




SEGUE.....

 


Apoio

A proposta de exigir uma avaliação dos professores foi bem aceita por representantes dos docentes e gestores.

"Não somos contrários à avaliação. A questão é saber como ela será feita", afirmou o diretor da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) Denilson Bento da Costa. "O perigo é que não haja critérios claros, e o poder fique nas mãos dos diretores. Professores podem ser retaliados injustamente."

Para a presidente da Undime (entidade que reúne os secretários municipais de educação), Maria do Pilar, "não há nada mais desestimulador para um professor aplicado ganhar o mesmo que outro desinteressado, que falta a toda hora".

Já a presidente do Consed (conselho que reúne os secretários estaduais de educação), Maria Auxiliadora Seabra Rezende, afirma que o desafio é "criar uma avaliação justa, que não seja punitiva nem meramente cartorial".

O que os municípios terão de cumprir

Confira a íntegra do artigo Artigo 2º do decreto:



Art. 2º: A participação da União Federal no Compromisso será pautada pela realização direta, quando couber, ou, nos demais casos, pela indução e apoio à implementação, por Municípios, Distrito Federal, Estados e respectivos sistemas de ensino das seguintes diretrizes:

I - estabelecer como foco a aprendizagem, apontando resultados concretos a atingir;

II - alfabetizar as crianças até, no máximo, os 8 anos, aferindo os resultados por exame periódico específico;

III - acompanhar cada aluno da rede individualmente, mediante registro da sua freqüência e do seu desempenho em avaliações que devem ser periódicas;

IV - combater a repetência, dadas as especificidades de cada rede, pela adoção de práticas como aulas de reforço no contra-turno, estudos de recuperação e progressão parcial;

V - combater a evasão pelo acompanhamento individual das razões da não freqüência do educando e sua superação,

VI - matricular o aluno na escola mais próxima da sua residência;

VII - ampliar as possibilidades de permanência do educando sob responsabilidade da escola para além da jornada regular;

VIII - valorizar a formação ética, artística, a educação física;

IX - garantir o acesso e permanência das pessoas com necessidades educacionais especiais nas classes comuns do ensino regular fortalecendo a inclusão educacional nas escolas públicas;

X - promover a educação infantil;

XI - manter programa de alfabetização de jovens e adultos;

XII - instituir programa próprio ou em regime de colaboração para formação inicial e continuada de profissionais da educação, considerada a demanda dos mesmos;

XIII - implantar plano de carreira, cargos e salários para os profissionais da educação, privilegiando o mérito, a formação e a avaliação do desempenho;

XIV - valorizar o mérito do trabalhador da educação, representado pelo desempenho eficiente no trabalho, dedicação, assiduidade, pontualidade, responsabilidade, realização de projetos e trabalhos especializados, cursos de atualização e desenvolvimento profissional;

XV - dar conseqüência ao período probatório, efetivando o professor após avaliação, de preferência externa ao sistema educacional;

XVI - envolver todos os professores na discussão e elaboração do projeto político pedagógico, respeitadas as especificidades de cada escola;

XVII - incorporar ao núcleo gestor da escola coordenadores pedagógicos que acompanhem as dificuldades enfrentadas pelo professor;

XVIII - fixar regras claras, considerados mérito e desempenho, para nomeação e exoneração de diretor de escola;

XIX - divulgar na escola e na comunidade os dados relativos à área da educação, com ênfase no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), referido no art. 3o;

XX - acompanhar e avaliar, com participação da comunidade e do Conselho de Educação, as políticas públicas na área de educação e garantir condições, sobretudo institucionais, de continuidade das ações efetivas, preservando a memória daquelas realizadas;

XXI - zelar pela transparência da gestão pública na área da educação, garantindo o funcionamento efetivo, autônomo e articulado dos conselhos de controle social;

XXII - promover a gestão participativa na rede de ensino;

XXIII - elaborar Plano de Educação e instalar Conselho de Educação, quando inexistentes;

XXIV - integrar os programas da área da educação com os de outras áreas como saúde, esporte, assistência social, cultura, entre outras, com vista ao fortalecimento da identidade do educando com sua escola;

XXV - fomentar e apoiar os conselhos escolares, envolvendo as famílias dos educandos, com as atribuições, dentre outras, de zelar pela manutenção da escola e pelo monitoramento das ações e consecução das metas do compromisso;

XXVI - transformar a escola num espaço comunitário e manter ou recuperar aqueles espaços e equipamentos públicos da cidade que possam ser utilizados pela comunidade escolar;

XXVII - firmar parcerias externas à comunidade escolar, visando a melhoria da infra-estrutura da escola ou a promoção de projetos sócio-culturais e ações sócio-educativas.

criar um comitê local do Compromisso, com representantes das associações de empresários, trabalhadores, sociedade civil, Ministério Público, Conselho Tutelar e dirigentes do sistema educacional público, encarregado da mobilização da sociedade e do acompanhamento das metas.

MEC

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




EM DEFESA DA ESCOLA PÚBLICA, PROFESSORES APROVAM REALIZAÇÃO DE NOVA ASSEMBLÉIA PARA 17 DE ABRIL

 Cerca de cinco mil professores, reunidos em assembléia ocorrida no dia 30 de março, aprovaram realização de uma nova assembléia geral no próximo dia 17 de abril, a partir das 14 horas, no vão livre do MASP.  Nesta data, a categoria deve avaliar o posicionamento do governo estadual em relação às reivindicações e definir os próximos encaminhamentos da campanha salarial e educacional.
As principais reivindicações da categoria são: melhores condições de trabalho; fim da aprovação automática; reajuste salarial imediato; piso do DIEESE (R$ 1.562,25 em fevereiro); incorporação das gratificações com extensão aos aposentados; garantia de emprego com estabilidade a todos os professores; máximo de 35 alunos por sala; novo Plano de Carreira.
Os professores também ratificaram a proposta de eixo da campanha: “Em defesa da escola pública, do emprego, do salário e das condições de trabalho”.
Logo após a assembléia, outras categorias do funcionalismo e a CUT-SP juntaram-se aos professores e realizaram um ato público visando forçar o governador José Serra a cumprir a data-base dos servidores (1º de março) e conceder reajustes salariais a todos os funcionários públicos.

APEOESP

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




O.A.B  UNIFICA  EXAMES EM 17 ESTADOS

 

Dezessete Estados brasileiros terão, pela primeira vez, o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) com conteúdo unificado para bacharéis em Direito. A decisão foi tomada pelas próprias seccionais da OAB nos Estados. O objetivo é reduzir as discrepâncias entre as provas e o exame ser aplicado por uma mesma instituição organizadora.

Nesta edição, os Estados que terão as provas com o mesmo conteúdo são os nove da Região Nordeste e mais Acre, Amapá, Amazonas, Espírito Santo, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins.

O presidente nacional da OAB, Cezar Britto, elogiou a unificação do conteúdo do exame para todas as seccionais. Acrescentou que até hoje não se utilizou o exame da Ordem como aferidor oficial do ensino jurídico no país exatamente porque eles são diferenciados, organizados e aplicados separadamente.

Outra medida anunciada será a realização, em todas as 27 seccionais da OAB no Brasil, da primeira etapa (prova objetiva) do exame em uma mesma data: 15 de abril. Por enquanto, somente os 17 estados terão o exame aplicado com conteúdo único.

Cezar Britto lembrou que o Conselho Federal da OAB não vai impor a instituição do exame unificado. "Ele tem que nascer da vontade de cada uma das seccionais".

Agência Brasil

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




Qualidade da educação será avaliada em mil municípios



Cerca de mil municípios em todo o Brasil terão a ajuda de consultores, selecionados pelo MEC (Ministério da Educação), para diagnosticar a situação educacional em que se encontram.

Os municípios serão previamente escolhidos com base em avaliações norteadas pelo Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). A criação do indicador faz parte das ações do PDE (Plano de Desenvolvimento da Educação ) e terá a finalidade de medir a qualidade da educação básica em cada município, numa escala de 0 a 10.

O Ideb combina critérios de desempenho e freqüência escolar e levará em conta os resultados dos alunos em avaliações de desempenho, como a Prova Brasil. As informações servirão para fixar metas a serem seguidas pelos sistemas estaduais e municipais, com acompanhamento de resultados.

Os mil municípios com pior índice receberão a visita dos consultores, cuja contratação será realizada por meio de seleção pública -- o edital foi aberto no último domingo, dia 1º de abril.

O objetivo é atender com prioridade àqueles municípios que hoje se encontram em situação crítica e oferecer apoio técnico-financeiro aos sistemas de ensino mais debilitados.


MEC

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




MEC divulga os pólos presenciais e os cursos do ensino superior a distância



O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta sexta (30) a relação dos pólos de apoio presenciais do sistema UAB (Universidade Aberta do Brasil), que promove o ensino superior a distância.

  • Veja a relação completa de pólos e cursos (em. rtf)


  • São 174 bases, que vão iniciar as atividades em junho deste ano. Outros 117 pólos estão em fase de avaliação e adaptação para início das aulas em setembro. Com isso, até o final do ano serão 291 pólos, em 288 municípios. A UAB vai oferecer cursos de licenciatura, bacharelado, tecnológico e especialização lato Sensu.

    Os municípios que ainda não fazem parte do sistema UAB, assim como universidades públicas municipais e estaduais, podem entregar propostas de adesão até o dia 20 de abril.

    MEC/UOL

    Editado por NilceuProf

    Haloscan

    Zip Net


    Enviar esta mensagem




    Alunos desocupam prédio da reitoria da Unicamp

    Moradia passará por reforma; coodenadora foi afastada

     

    Alunos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) desocuparam no início da noite desta sexta-feira (30) o prédio da reitoria, que havia sido invadido na manhã de terça-feira (27). A ocupação começou com um protesto contra as condições gerais da moradia estudantil e sobre a forma de escolha dos representantes dos alunos no Conselho Universitário.

    A universidade afirmou que reformas serão feitas na moradia e que mudanças vão acontecer no Conselho Universitário. Os alunos receberão recursos para alugar imóveis e para o transporte até as obras terminarem. Outra reivindicação atendida pela Unicamp foi o afastamento da coordenadora da moradia pública e a criação de uma comissão para se estudar a ampliação da própria moradia.

    A reitoria informou ainda que não haverá punição disciplinar aos alunos. Uma vistoria na reitoria foi feita e tudo foi encontrado em ordem. Na segunda-feira (2), os funcionários vão verificar os objetos pessoais.

    Antes e depois da retirada, os alunos não quiseram dar entrevistas. A reitoria emitiu uma nota no início da noite. Leia texto abaixo:

    NOTA DA REITORIA

    A propósito da desocupação, na tarde de hoje, do prédio da Reitoria da Unicamp pelo grupo de estudantes que o invadiu na última terça-feira, trazemos os seguintes esclarecimentos à comunidade:

    1 – A Reitoria considera positivo que a desocupação do prédio tenha ocorrido sem que tenha havido a necessidade de usar o dispositivo de reintegração de posse.

    2 – Durante o período da invasão, as atividades de ensino e pesquisa da Universidade seguiram curso normal, com o pleno funcionamento de seus 58 cursos de graduação e 127 programas de pós-graduação, além de todos os seus laboratórios, bibliotecas e estruturas de apoio.

    3 – A invasão era absolutamente desnecessária, uma vez que a Unicamp já havia tomado todas as providências para a realocação dos 22 moradores afetados – de um conjunto de 980 moradores – pelos problemas que levaram à desocupação do bloco B da Moradia Estudantil, pretexto da invasão.

    4 – Durante o intenso esforço de entendimento realizado nos últimos dias, a Reitoria contou com a solidariedade e o apoio do Conselho Universitário, da direção da Associação de Docentes da Unicamp e de um expressivo número de professores, alunos e funcionários.

    5 – A invasão trouxe sérias dificuldades operacionais à Reitoria, que, para superá-las, contou com a cooperação de muitos funcionários e docentes de vários órgãos, da administração e das unidades de ensino e pesquisa, o que permitiu minimizar os prejuízos à Universidade.

    6 – A Reitoria reitera que sempre esteve disposta ao diálogo e espera que, doravante, reivindicações de qualquer natureza sejam feitas num clima de boa convivência acadêmica, o que tem sido, desde sempre, uma característica da Unicamp.

    JOSÉ TADEU JORGE
    REITOR

    Editado por NilceuProf

    Haloscan

    Zip Net


    Enviar esta mensagem




    Obras em escola de Rincão prejudicam alunos

    Estudantes e operários dividem o mesmo espaço

     

    Estudantes da única escola pública de Rincão têm aulas em classes improvisadas. O prédio está passando por uma reforma e alunos e professores são obrigados a conviver com todos os inconvenientes de uma obra: barulho, sujeira e muito transtorno. Para comer a merenda, por exemplo, os alunos ficam em pé ou sentam no chão.

    O pátio virou canteiro de obras, onde operários e estudantes dividem o mesmo espaço. A reforma é feita em todo o prédio. Os sanitários estão fechados e os quatro banheiros químicos são insuficientes para os 300 estudantes. Para eles, conviver com as obras é perigoso e prejudica a saúde, principalmente para quem tem renite. O barulho também atrapalha as aulas.

    A situação é mais complicada para os 150 alunos transferidos para o centro comunitário. O aviso na placa chega a ser irônico: respeito por você. A área coberta mal consegue comportar todos os estudantes e as carteiras ficam em fileiras apertadas. Como o local é aberto, várias lonas foram colocadas, mas já não conseguem proteger muito porque estão rasgadas. “Faz calor e venta muito”, diz a estudante Valteisa de Oliveira Borges.

    As lousas são as únicas separações entre as salas de aula. Os alunos reclamam do barulho de um professor para o outro e que não conseguem aprender pro causa disso. Uma sala é utilizada por duas turmas do ensino médio. Nem na hora do intervalo os alunos ficam livres dos transtornos. Não há refeitório e para aproveitar a merenda é preciso ficar em pé ou usar as carteiras.

    Os alunos passam por este problema dede o início das aulas. A intenção era evitar que perdessem o ano letivo, mas estudar nessas condições não é tarefa fácil.

    A direção da escola não quis gravar entrevista. A dirigente regional de ensino, Maria Nazaré Cuzinoto, disse que as chuvas provocaram o atraso das obras.

    EPTV

    Editado por NilceuProf

    Haloscan

    Zip Net


    Enviar esta mensagem