BRASIL , Sudeste , Homem , de 26 a 35 anos , Portuguese , English , Música , Esportes , Amor
Outro -
Magia Gifs - O melhor site de GIFs!

Meu Humor



PERFIL
Nome:Nilceu Francisco

Aniversário:11 de julho

Cidade:Campinas-SP

Gosto:Boas amizades, Viver, Conquistar, Amar

Hobby:Compor

Filmes:Aprecio a todos os gêneros

Músicas:Dance, Românticas... Preferidas :Folhas de outono; As rosas não falam, Palavras lindas...

GREVE DOS PROFESSORES EM SP

SOM
Tema do filme " Ao mestre com carinho"


ALUNOS, EX-ALUNOS DE DIVERSAS ESCOLAS ONDE TRABALHO OU TRABALHEI.

MEUS OUTROS BLOGS

PAPAIS


FOLCLORE


OLIMPÍADAS BRASIL LÁ


CÂMERA OCULTA


O UÓ DO BOROGODÓ


MAMÃES


PAIXÃO POR CRISTO


BIG & BLOG


TÔ COM A MACACA


ENVIE CARINHOS


LOVE STORIESS


BLOG NILCEU


GARGALHADAS


RECANTO SANTISTA


BLOG POLÍTICA


PROSAMOROSA


BLOG ADULTO


FOTOLOG DA FAMA


FOTOBLOG SENSUAL


NATAL DOS SONHOS-Pesquisa


BLOG NEWCEU- Pesquisa


BLOG PAN-PAN - Pesquisa


BLOG FOLCLORE - Pesquisa


CAUSOS & FOLIAS - Pesquisa


BYE, BYE, tristeza - Pesquisa


ESPORTES & SPORTS - Pesquisa


HOME

LINKS

Aulas
ANPED
APEOESP
APRENDIZ UOL
Banco Brasil
BANCO ITAÚ
BANESPA
BLOGGER
BOL
BRADESCO
CAIXA FEDERAL
CENP - EDUNET
Como estudar
CONCURSOS
CPP
CURIOSIDADES
D.E. Leste
D.E. Oeste
Downloads Livros
ENEM
FATOS
Folclore
G1 Notícias
Gifs Best
GLOBO
Imprensa Oficial
Lição Casa
Ling Estrangeira
Literat e Gramát
Livros-Downloads
Ministério Fazenda
MEC
Nossa Caixa
PEGADINHAS
Portal MEC
Prefeitura Cps
PUCCAMP
Revista Profs
Secretaria Educação
TERRA
UNICAMP
UOL
USP
YAHOO
Manual Profs
Sonhos
Extra/Globo
EducarCrescer
EAD


Votação

Dê uma nota para meu blog OBRAS DE ARTE ALEIJADINHO, ANITA MALFATI, PORTINARI, MICHELANGÊLO, TARSILA DO AMARAL


INDIQUE

Indique esse Blog PESQUISE ARQUIVOS

25/08/2013 a 31/08/2013

11/08/2013 a 17/08/2013

21/07/2013 a 27/07/2013

23/06/2013 a 29/06/2013

21/04/2013 a 27/04/2013

14/04/2013 a 20/04/2013

07/04/2013 a 13/04/2013

11/11/2012 a 17/11/2012

04/11/2012 a 10/11/2012

14/10/2012 a 20/10/2012

01/07/2012 a 07/07/2012

29/04/2012 a 05/05/2012

22/04/2012 a 28/04/2012

26/02/2012 a 03/03/2012

29/01/2012 a 04/02/2012

08/01/2012 a 14/01/2012

01/01/2012 a 07/01/2012

18/12/2011 a 24/12/2011

27/11/2011 a 03/12/2011

20/11/2011 a 26/11/2011

13/11/2011 a 19/11/2011

23/10/2011 a 29/10/2011

09/10/2011 a 15/10/2011

18/09/2011 a 24/09/2011

11/09/2011 a 17/09/2011

04/09/2011 a 10/09/2011

14/08/2011 a 20/08/2011

07/08/2011 a 13/08/2011

10/07/2011 a 16/07/2011

26/06/2011 a 02/07/2011

05/06/2011 a 11/06/2011

29/05/2011 a 04/06/2011

08/05/2011 a 14/05/2011

24/04/2011 a 30/04/2011

10/04/2011 a 16/04/2011

13/03/2011 a 19/03/2011

27/02/2011 a 05/03/2011

20/02/2011 a 26/02/2011

06/02/2011 a 12/02/2011

16/01/2011 a 22/01/2011

26/12/2010 a 01/01/2011

19/12/2010 a 25/12/2010

05/12/2010 a 11/12/2010

07/11/2010 a 13/11/2010

17/10/2010 a 23/10/2010

10/10/2010 a 16/10/2010

03/10/2010 a 09/10/2010

12/09/2010 a 18/09/2010

05/09/2010 a 11/09/2010

29/08/2010 a 04/09/2010

22/08/2010 a 28/08/2010

15/08/2010 a 21/08/2010

08/08/2010 a 14/08/2010

04/07/2010 a 10/07/2010

20/06/2010 a 26/06/2010

13/06/2010 a 19/06/2010

23/05/2010 a 29/05/2010

16/05/2010 a 22/05/2010

02/05/2010 a 08/05/2010

25/04/2010 a 01/05/2010

11/04/2010 a 17/04/2010

04/04/2010 a 10/04/2010

28/03/2010 a 03/04/2010

21/03/2010 a 27/03/2010

14/03/2010 a 20/03/2010

07/03/2010 a 13/03/2010

28/02/2010 a 06/03/2010

21/02/2010 a 27/02/2010

07/02/2010 a 13/02/2010

31/01/2010 a 06/02/2010

24/01/2010 a 30/01/2010

17/01/2010 a 23/01/2010

10/01/2010 a 16/01/2010

27/12/2009 a 02/01/2010

20/12/2009 a 26/12/2009

13/12/2009 a 19/12/2009

29/11/2009 a 05/12/2009

22/11/2009 a 28/11/2009

15/11/2009 a 21/11/2009

08/11/2009 a 14/11/2009

01/11/2009 a 07/11/2009

25/10/2009 a 31/10/2009

18/10/2009 a 24/10/2009

11/10/2009 a 17/10/2009

04/10/2009 a 10/10/2009

27/09/2009 a 03/10/2009

20/09/2009 a 26/09/2009

13/09/2009 a 19/09/2009

06/09/2009 a 12/09/2009

23/08/2009 a 29/08/2009

09/08/2009 a 15/08/2009

02/08/2009 a 08/08/2009

26/07/2009 a 01/08/2009

19/07/2009 a 25/07/2009

12/07/2009 a 18/07/2009

05/07/2009 a 11/07/2009

28/06/2009 a 04/07/2009

21/06/2009 a 27/06/2009

14/06/2009 a 20/06/2009

07/06/2009 a 13/06/2009

31/05/2009 a 06/06/2009

24/05/2009 a 30/05/2009

17/05/2009 a 23/05/2009

10/05/2009 a 16/05/2009

03/05/2009 a 09/05/2009

26/04/2009 a 02/05/2009

19/04/2009 a 25/04/2009

12/04/2009 a 18/04/2009

05/04/2009 a 11/04/2009

29/03/2009 a 04/04/2009

22/03/2009 a 28/03/2009

15/03/2009 a 21/03/2009

08/03/2009 a 14/03/2009

01/03/2009 a 07/03/2009

22/02/2009 a 28/02/2009

08/02/2009 a 14/02/2009

01/02/2009 a 07/02/2009

25/01/2009 a 31/01/2009

18/01/2009 a 24/01/2009

11/01/2009 a 17/01/2009

04/01/2009 a 10/01/2009

28/12/2008 a 03/01/2009

21/12/2008 a 27/12/2008

14/12/2008 a 20/12/2008

07/12/2008 a 13/12/2008

30/11/2008 a 06/12/2008

23/11/2008 a 29/11/2008

16/11/2008 a 22/11/2008

09/11/2008 a 15/11/2008

02/11/2008 a 08/11/2008

26/10/2008 a 01/11/2008

19/10/2008 a 25/10/2008

12/10/2008 a 18/10/2008

05/10/2008 a 11/10/2008

28/09/2008 a 04/10/2008

14/09/2008 a 20/09/2008

07/09/2008 a 13/09/2008

31/08/2008 a 06/09/2008

24/08/2008 a 30/08/2008

17/08/2008 a 23/08/2008

10/08/2008 a 16/08/2008

03/08/2008 a 09/08/2008

27/07/2008 a 02/08/2008

20/07/2008 a 26/07/2008

13/07/2008 a 19/07/2008

06/07/2008 a 12/07/2008

29/06/2008 a 05/07/2008

22/06/2008 a 28/06/2008

15/06/2008 a 21/06/2008

08/06/2008 a 14/06/2008

01/06/2008 a 07/06/2008

25/05/2008 a 31/05/2008

18/05/2008 a 24/05/2008

11/05/2008 a 17/05/2008

04/05/2008 a 10/05/2008

27/04/2008 a 03/05/2008

20/04/2008 a 26/04/2008

13/04/2008 a 19/04/2008

06/04/2008 a 12/04/2008

30/03/2008 a 05/04/2008

23/03/2008 a 29/03/2008

16/03/2008 a 22/03/2008

09/03/2008 a 15/03/2008

02/03/2008 a 08/03/2008

24/02/2008 a 01/03/2008

17/02/2008 a 23/02/2008

10/02/2008 a 16/02/2008

03/02/2008 a 09/02/2008

27/01/2008 a 02/02/2008

20/01/2008 a 26/01/2008

13/01/2008 a 19/01/2008

06/01/2008 a 12/01/2008

30/12/2007 a 05/01/2008

23/12/2007 a 29/12/2007

16/12/2007 a 22/12/2007

09/12/2007 a 15/12/2007

02/12/2007 a 08/12/2007

25/11/2007 a 01/12/2007

18/11/2007 a 24/11/2007

11/11/2007 a 17/11/2007

04/11/2007 a 10/11/2007

28/10/2007 a 03/11/2007

21/10/2007 a 27/10/2007

14/10/2007 a 20/10/2007

07/10/2007 a 13/10/2007

30/09/2007 a 06/10/2007

23/09/2007 a 29/09/2007

16/09/2007 a 22/09/2007

09/09/2007 a 15/09/2007

02/09/2007 a 08/09/2007

26/08/2007 a 01/09/2007

19/08/2007 a 25/08/2007

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

15/07/2007 a 21/07/2007

08/07/2007 a 14/07/2007

01/07/2007 a 07/07/2007

24/06/2007 a 30/06/2007

17/06/2007 a 23/06/2007

10/06/2007 a 16/06/2007

03/06/2007 a 09/06/2007

27/05/2007 a 02/06/2007

20/05/2007 a 26/05/2007

13/05/2007 a 19/05/2007

06/05/2007 a 12/05/2007

29/04/2007 a 05/05/2007

22/04/2007 a 28/04/2007

15/04/2007 a 21/04/2007

08/04/2007 a 14/04/2007

01/04/2007 a 07/04/2007

25/03/2007 a 31/03/2007

18/03/2007 a 24/03/2007

11/03/2007 a 17/03/2007

04/03/2007 a 10/03/2007

25/02/2007 a 03/03/2007

18/02/2007 a 24/02/2007

11/02/2007 a 17/02/2007

04/02/2007 a 10/02/2007

28/01/2007 a 03/02/2007

21/01/2007 a 27/01/2007

07/01/2007 a 13/01/2007

31/12/2006 a 06/01/2007

24/12/2006 a 30/12/2006

17/12/2006 a 23/12/2006

10/12/2006 a 16/12/2006

03/12/2006 a 09/12/2006

26/11/2006 a 02/12/2006

19/11/2006 a 25/11/2006

12/11/2006 a 18/11/2006

05/11/2006 a 11/11/2006

29/10/2006 a 04/11/2006

22/10/2006 a 28/10/2006

15/10/2006 a 21/10/2006

08/10/2006 a 14/10/2006

01/10/2006 a 07/10/2006

24/09/2006 a 30/09/2006

10/09/2006 a 16/09/2006

03/09/2006 a 09/09/2006

27/08/2006 a 02/09/2006

20/08/2006 a 26/08/2006

13/08/2006 a 19/08/2006

06/08/2006 a 12/08/2006

30/07/2006 a 05/08/2006

16/07/2006 a 22/07/2006

09/07/2006 a 15/07/2006

02/07/2006 a 08/07/2006

25/06/2006 a 01/07/2006

18/06/2006 a 24/06/2006

04/06/2006 a 10/06/2006

28/05/2006 a 03/06/2006

21/05/2006 a 27/05/2006

14/05/2006 a 20/05/2006

30/04/2006 a 06/05/2006

23/04/2006 a 29/04/2006

16/04/2006 a 22/04/2006

02/04/2006 a 08/04/2006

19/03/2006 a 25/03/2006

12/03/2006 a 18/03/2006

05/03/2006 a 11/03/2006

19/02/2006 a 25/02/2006

12/02/2006 a 18/02/2006

05/02/2006 a 11/02/2006

29/01/2006 a 04/02/2006

22/01/2006 a 28/01/2006

15/01/2006 a 21/01/2006

08/01/2006 a 14/01/2006

01/01/2006 a 07/01/2006

25/12/2005 a 31/12/2005

18/12/2005 a 24/12/2005

11/12/2005 a 17/12/2005

04/12/2005 a 10/12/2005

27/11/2005 a 03/12/2005

20/11/2005 a 26/11/2005

13/11/2005 a 19/11/2005

06/11/2005 a 12/11/2005

30/10/2005 a 05/11/2005

23/10/2005 a 29/10/2005

16/10/2005 a 22/10/2005

09/10/2005 a 15/10/2005

02/10/2005 a 08/10/2005

25/09/2005 a 01/10/2005

18/09/2005 a 24/09/2005

11/09/2005 a 17/09/2005

04/09/2005 a 10/09/2005

28/08/2005 a 03/09/2005

21/08/2005 a 27/08/2005

14/08/2005 a 20/08/2005

07/08/2005 a 13/08/2005


Créditos




.

.

Enem: conheça os atalhos da

interpretação de textos


 

Para concorrer a uma das 130 mil bolsas em faculda

des particulares oferecidas pelo Programa Universi

dade para Todos (ProUni), será preciso mais do que

atingir os 45 pontos determinados como nota míni

ma nas provas do Enem. Uma das chaves para ultra

passar essa pontuação é saber interpretar textos e

relacionar conteúdos.

 

Os exercícios do Enem são baseados no dia-a-dia

das pessoas. Por isso mesmo não exigem dos alu

nos saberes específicos, mas sim um elevado grau

de conhecimentos gerais, adquiridos por meio da

leitura de livros, jornais, revistas, sites; ou assis

tindo a peças teatrais, filmes, documentários, no

ticiários.

"Entretanto, a exposição a todos esses meios de

informação não é suficiente. É necessário desen

volver a capacidade de interpretação de textos,

pois é ela quem determina a compreensão dos

conteúdos, tornando possível ao estudante ana

lisar e relacionar o que aprendeu a outros temas,

o que muitas vezes resulta em idéias e pensa

mentos novos acerca daquele assunto", explica

o professor de interpretação de textos do Cursi

nho da Poli, Gilson Costa.

"Na prova do Enem os conhecimentos que o alu

no precisa para responder as questões são for

necidos pelo próprio enunciado, mas se ele não

estiver inteirado com os temas, certamente, não

reconhecerá a alternativa correta", alerta Cos

ta, que também é colaborador da apostila espe

cial para o Enem, produzida pelo Cursinho.

Siga   ...

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




.

.

Continuação......Enem: conheça os

atalhos da interpretação de textos

 

 

Evite a "decoreba"


Ter domínio da língua portuguesa é importante,

mas Costa ressalta que se deve evitar a "deco

reba" de regras gramaticais ou da nomenclatu

ra sintática.

"Existe a gramática normativa e existe a descri

tiva. A primeira é aquela que diz o que pode ou

não, a descritiva é aquela que descreve todos

os fenômenos lingüísticos sem preconceito em

relação a esse ou aquele evento. O aspirante a

uma cadeira na universidade deve ficar atento

aos recursos argumentativos de qualquer uma

das duas gramáticas. Afinal, quem define o que

é correto? Os clássicos, como Machado de Assis

, hoje são o padrão do idioma, mas na verdade

eram considerados subversivos na época de sua

criação, pois utilizavam recursos que se choca

vam com a língua culta daquele período".

Mais importante do que decorar os nomes e as

regras da Língua Portuguesa é observar os seus

usos no cotidiano, saber identificar e distinguir

uma ironia no diálogo entre colegas de classe ou

um paradoxo na fala do locutor de uma rádio.

A célebre frase do cineasta espanhol Luis Buñuel:

 "Sou ateu convicto, graças a Deus" comporta si

multaneamente duas idéias contrárias: alguém

que não acredita em Deus, agradecendo a Deus.

 "Esse é um típico paradoxo", destaca Costa.

"A observação de fenômenos como esse no dia

-a-dia é um exercício prático de percepção das

relações de significado entre os termos de uma

oração e isto nada mais é que semântica, pala

vrinha que costuma assustar a alguns. Perceber

o recurso semântico utilizado nessa frase, segu

ramente, é mais relevante do que identificar que

ela é formada pelo predicativo do sujeito associ

ado a um verbo de ligação (verbo ser)", afirma

o professor do Cursinho da Poli.

Cursinho da Poli

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




.

ESCOLA TRADICIONAL OU MODERNA?

 

Quando os pais começam a difícil e cansativa maratona de visita às escolas para fazer sua opção, defrontam-se com terminologias indecifráveis. Coordenadores e professores ainda se comunicam muito mal com as famílias e, muitas vezes, não conseguem traduzir sua forma de trabalho.

Ao mesmo tempo, as escolas estão passando por profundas alterações em suas propostas, baseadas em diferentes concepções de aprendizagem difundidas ao longo do século 20. Muitas delas mesclam diferentes metodologias, na tentativa de realizar uma mudança menos traumática.

De qualquer forma, é importante que as famílias se situem diante de algumas das principais concepções pedagógicas para que compreendam, um pouco melhor, o que é oferecido dentro das instituições. Só assim poderão fazer perguntas e optar de acordo com as suas crenças e filosofia.

O que vale, nesse momento, não é escolher o que está na moda, o que é mais divulgado na mídia ou nos folhetos publicitários, mas que a família acredite no que é proposto.

As escolas tradicionais adotam um modelo pedagógico mais consolidado e, muitas vezes, trabalham com professores mais experientes. No entanto, podem levar mais tempo para incorporar inovações nos métodos educacionais.

As escolas modernas têm um entusiasmo natural. Seus profissionais trabalham com motivação e estão mais abertos ao debate. São mais críticos e estão sempre revendo sua prática.

Existem escolas que se rotulam modernas, mas nem por isso têm uma proposta coerente com o que veiculam. O que revela a linha de uma equipe é seu trabalho diário e não a teoria impressa num plano de ensino, num folheto ou o discurso em reunião de pais.

Longe de querer esgotar o assunto, aqui vão algumas das principais linhas existentes hoje nas escolas de educação infantil e ensino fundamental.


Linha tradicional

Essa proposta de ensino privilegia o conteúdo. É centrada na figura do professor, encarregado de transmitir o conhecimento. O aluno é um elemento passivo, que recebe e assimila o que é transmitido.

O seu sistema de avaliação mede a quantidade de informação absorvida. A ênfase está na memorização e na reprodução do conteúdo por meio de exercícios. Privilegia a preparação para o vestibular desde o início do currículo escolar.

Essa linha de ensino difundiu-se no século 18, a partir do Iluminismo, e tinha por objetivo universalizar o acesso do indivíduo ao conhecimento. Foi considerada não-crítica e ultrapassada nas décadas de 60 e 70, mas ainda tem prestígio. Seus defensores enfatizam que não há como formar um aluno crítico e questionador sem uma sólida base de informação. Escolas que seguem esse modelo tendem a ser rígidas em relação à disciplina.

 

Continue  lendo

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




.

...ESCOLA TRADICIONAL OU MODERNA?

 



Linha construtivista

O construtivismo nasceu a partir das idéias de Jean Piaget. Sua teoria de aprendizagem chegou ao Brasil na década de 70, quando foram criadas algumas escolas experimentais ou alternativas. Hoje está largamente difundido.

A proposta dá prioridade à forma como o aluno aprende, enfatizando a construção do conhecimento a partir das relações com a realidade. As escolas que seguem essa teoria têm como ponto de partida a criança e os conhecimentos que ela traz consigo, buscando fazer com que esses saberes sejam aprofundados, reconstruídos em diferentes momentos e de diversas formas.

O professor tem o papel de coordenar as atividades, perceber como cada aluno se desenvolve e propor situações de aprendizagem significativas. O conteúdo é importante, mas o processo pelo qual o aluno chega a ele é a prioridade. Seus defensores afirmam que mais importante do que a informação meramente transmitida é saber chegar a ela e estabelecer relações e comparações.

A aplicação dessa teoria tem possibilitado a formação de crianças que vão além do mero conteúdo assimilado. São mais críticas, opinativas, investigativas. Sua disciplina está voltada para a reflexão e auto-avaliação, portanto não é considerada rígida.

Linha montessoriana

Maria Montessori desenvolveu uma teoria científica do desenvolvimento infantil e elaborou uma linha pedagógica que ganhou força a partir da Primeira Guerra Mundial.

De acordo com a visão montessoriana, a criança deve ser incentivada a desenvolver um senso de responsabilidade pelo próprio aprendizado e o ensino deve ser ativo. É esperado que o aluno, consciente de suas atividades, adquira maior autoconfiança.

Sua concepção está voltada para as atividades motoras e sensoriais: trabalhos, jogos e atividades lúdicas. Propõe uma aproximação do aluno com a arte, a música e a ciência. As escolas que seguem essa linha enfatizam as experiências e o manuseio de materiais para se obter a concentração individual e o aprendizado.

O professor é um guia, um orientador que remove obstáculos à aprendizagem, localiza e trabalha as dificuldades da criança.

As inovações introduzidas pelo método montessoriano estão presentes até hoje em escolas que não seguem necessariamente sua linha: a disposição circular dos alunos, os jogos pedagógicos sempre disponíveis e os cubos lógicos de madeira para o ensino da
matemática.
.

Mais....

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




.

....ESCOLA TRADICIONAL OU MODERNA?

 

Linha Waldorf

Essa linha pedagógica baseia-se nos ensinamentos do filósofo alemão Rudolf Steiner. Não utiliza materiais artificiais como plástico e aço e evita trabalhar com produtos acabados. Prefere dar à criança um pedaço de madeira para que ela o transforme em brinquedo em vez de comprar um já feito pela fábrica.

Suas propostas são baseadas no movimento da criança, na atividade motora. É contra o uso da televisão e a alfabetização antes dos sete anos de idade. Trabalham-se, em conjunto, três aspectos do desenvolvimento: o físico, o individual e o social.


Os alunos são agrupados por faixas etárias, pois Steiner acreditava que cada uma têm necessidades básicas a serem atendidas. Para ele, o desenvolvimento ocorre em ciclos de sete anos. O professor é um tutor que guia a mesma turma durante esses períodos.

Não há repetência e a relação com a família é intensa. As escolas que seguem essa linha têm princípios mais radicais e esperam dos pais uma postura sintonizada com a filosofia.


Afinal, o que realmente importa?

Tradicional ou moderna? Nada disso importa, se você e seu filho não estiverem sintonizados com a filosofia da escola escolhida. Estar sintonizado quer dizer acreditar no que é proposto. Também significa levar em conta o perfil de seu filho. Não há uma receita pronta, um guia sobre as melhores propostas ou melhores instituições. Há diferentes concepções de aprendizagem e você deve escolher aquela que mais se aproxime de suas crenças. Esse é o ponto central.

Finalizando, não se esqueça: o mundo mudou e hoje espera-se que todo indivíduo seja preparado para desenvolver seu senso crítico, o trabalho em equipe, a flexibilidade e a autonomia.

O mundo pede homens e mulheres que saibam lidar com a informação e com os desafios. Mais do que simplesmente optar por um ou outro sistema educacional, vale a pena analisá-los sob essa ótica. Afinal, faz parte da missão da escola preparar seres humanos capazes de sobreviver criativamente num mundo em permanente mudança, que exigirá deles algo mais do que apenas seguir padrões.


* Norma Leite Brandão é pedagoga e educadora da VERCRESCER assessoria educacional.

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem




Enem: confira um exemplo de

interpretação de texto

 


 

Segundo o professor de interpretação de textos do

Cursinho da Poli, Gilson Costa, na edição mais re

cente do exame, havia uma questão em que um ga

roto avistava o pai numa esteira de ginástica e dizia:

"talvez esse exercício seja uma metáfora para a vi

da dele".

 

O docente ensina que, para compreender essa ques

tão, é necessário dominar o conhecimento de metá

fora e associá-lo à atividade realizada na esteira. "Só

assim é possível perceber a crítica social nela embu

tida, ou seja, a de que o menino achava que a vida de

seu pai 'não saía do lugar', assim como o exercício na

quele aparelho", afirma o professor.

"Nesse caso, ainda é possível identificar uma figura

de linguagem: 'a vida do pai não saía do lugar'. Ora,

vida é uma palavra abstrata, por isso não há lógica

em dizer que ela se move, mas por meio da figura

de linguagem é possível utilizar termos como esse pa

ra exprimir com mais intensidade o que queremos di

zer", conclui Costa.

 

Aprendendo a interpretar


Para complementar os estudos, o professor Gilson

Costa oferece algumas dicas para o aluno desenvol

ver a habilidade de interpretar textos.

Em primeiro lugar ele sugere a leitura de cartoons,

tiras e charges de jornais, seguida de visita à expo

sições que realizam releituras de obras literárias ou

mesmo assistir a filmes e peças teatrais que tenham

sido adaptados ou baseados em livros.

Estar atualizado sobre temas polêmicos como traba

lho infantil, corrupção política, questões étnicas, tam

bém contribui muito. O acompanhamento desses e

de outros assuntos relevantes pode ser feito via no

ticiário de Tv, internet, rádio, revistas, e outros. "Mas

é essencial fazer uma leitura comparativa, verifican

do o que cada mídia destaca dentro do mesmo tema".

Praticar a leitura de mapas, gráficos e tabelas, formu

lando uma resenha - escrever o que entendeu da ma

téria - ao final de cada leitura.

Treinar o reconhecimento dos recursos metafóricos

no cotidiano, observando, por exemplo, a linguagem

das propagandas.

Por fim deve-se ter o conhecimento da norma culta

da língua portuguesa, variante padrão da língua. Pa

ra aqueles que sentem arrepios quando imaginam

um livro de gramática, o professor indica o livro A

língua de Eulália, de Marcos Bagno, que, segundo

ele, orienta e instrui de uma maneira leve e de fácil

compreensão.

Cursinho da Poli

Editado por NilceuProf

Haloscan

Zip Net


Enviar esta mensagem